Sorry, your browser doesn't support Java(tm).

 

 








Tenho saudades de mim
De tudo que teve fim
Do tempo da juventude
Quando encontrava quietude
Nas mais diversas algazarras.
Tenho saudade das farras
Que fazia com as amigas
Onde não tínhamos amarras
Só se corria na vida.
Saudade da liberdade
De desafiar o relógio
Saudade da sensibilidade
Com que víamos o mundo lógico.
Saudade de não se perguntar
Sempre querendo saber
Por que isso?
Ou aquilo?
Querendo sempre entender.
Saudade de só viver.
Ah! Que saudade eu tenho
De tudo que fui na vida
Uma saudade tão simples
Apenas saudade assim...
Saudade de mim...
Apenas.






23/10/05

 

Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que chega rapidinho !!!




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®