Sábio...
 Prefácio,
 doce em tom de bom,
 dia sim, dia não...
 um coração,
 alento diário,
 como uma porfia,
 acordar e perfazer o dia,
 com toda a alegria...
 Por que Prefácio?
 História que não engana
 sonhando a sua memória,
 espreitando a Glória
 no diário da sua trama...
 Prefácio, Clésio, sem embaraço,
 meigamente nos faz acreditar,
 sermos deuses por cada dia,
 libertando a singela euforia
 do sonho em crescendo,
 na escrita do estar sendo!
 Por que Prefácio?
 Cinzelo nele o meu epitáfio!
 Sempre cri neste desenlace...
 escrever até que a pena tombasse!
 Só no Prefácio...
 
 

Clique na Figura e
Envio sua Mensagem

O envio que envia rapidinho !!!




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número



Direitos Autorais Registrados ®