Por não encontrar no cotidiano

Quem ao poeta entenda

Apóie e leia

Taxando-o de maluco

Mundo da lua

Louco... Insano

Displicente... Sonhador

Sai o poeta a procura

De alguém com quem se identifique.

Foi assim com os imortais

Encontravam-se em bares e cafés

Com o intuito de trocar idéias

Lerem e serem lidos

Lançar estilos

Desafios.

Assim nós...

Igualmente procuramos

Pessoas com quem nos identificamos.

E finalmente encontramos

O PREFÁCIO

Que é o máximo.

Aqui lemos

Publicamos

Somos lidos

Nem sempre compreendidos

Mas sempre incentivados

Com gentilezas e cuidados.

O PREFÁCIO

É o começo

A manjedoura

Dos filhos que parimos

Que daqui partem para o mundo

Procurando rumo.

Aqui temos tudo

Amizade

Respeito

Carinho

Festa

PREFÁCIO é ninho.

Ninho do poeta.

E como dizem:

“de POETA e LOUCO

todo mundo tem um POUCO”

Aqui deixamos nosso EU POÉTICO

E desnudamos nosso EU LOUCO.

 


 

Sabemos que para tudo

Precisa-se um idealizador.

PREFÁCIO Clésio idealizou.

Sua casa a nossa disposição colocou

Nos deu de presente

Para que pudéssemos

Nos sentir mais gente.

Agradeço de coração

  CLÉSIO BOEIRA DA SILVA

Mão de ferro

Coração de algodão

Angelical no escrever

Terno e educado

Passeando entre a gente

Sem ser visto

Mas sempre sentido.

Parabéns Clésio

Pois é seu ANIVERSÁRIO.

PREFÁCIO é VOCÊ.

 

 

 



Clique na Figura e
Envie sua Mensagem


O envio que envia rapidinho !!!




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número



Direitos Autorais Registrados ®





 


Carregando   Por Favor... Aguarde !

*** AQUARELA POÉTICA - Cantando a vida em versos coloridos ! ***