Quando sentires acima de tua cabeça...
A passarada voando a procurar...
Novos horizontes... Novas estações...
E à procura eles saem a emigrar,
Pense que podes fazer o mesmo.
Se teu inverno estiver mui rigoroso...
Faça como os pássaros...
Saia em disparada...
Não muda a vida... Quem é medroso.
Emigre... Mude de estação.
Se até o condor...
Passa sobre nós...
Em revoada...
Alta e atroz...
Também podemos...
Voar mais alto...
Fugindo assim...
De nosso algoz.
 
 
05/02/2003



Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que envia rapidinho !!!
 




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®