Rodando pelo salão...
Volta-me recordação...
Do tempo que com emoção...
Pegavas na minha mão.
 
E ao girar com a dança...
O coração não descansa...
Bate no peito a lembrança...
Dos bailes lá na estância.
 
Não há maior sedução...
Que rodar pelo salão...
Nos braços de uma paixão...
Dançando a exaustão.
 
Braços dele na cintura...
Meus braços no seu pescoço...
Ousados beijos de ternura...
Colados rosto no rosto.
 
Roubos de beijos relâmpagos...
Lábios lambuzados de batom...
Emoções até o âmago...
Por esquecidas sensações.
 
****
12/04/05

Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que envia rapidinho !!!
 




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®