Meu mundo interior
Castelo mal assombrado
com fantasmas carentes
a relembrar o passado
Buscam o amor envolvente
Tentando ressuscitar
o coração empoeirado, sem bateria...
que foi tão acelerado um dia
No jardim abandonado
plantações de cactos secos e espinhosos
solo estéril e árido... tão diferente
daqueles dias tão venturosos
E meu silêncio barulhento
Arrasta correntes
Pelos corredores sem fim
Desse deserto de mim

 

 


Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que chega rapidinho !!!
 




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®