Meu velho coração...
Sem esperança em mais nada,
De repente sente bater...
Mais forte suas badaladas.





Para quem estava morta...
Ver o amor bater à porta...
É novamente nascer.

É viver lindo momento...
É perder discernimento...
Viver de contentamento...
Sentir tanto acalento...
Ter medo do sofrimento...


Mas...
Existir... No complemento.

 


Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que envia rapidinho !!!
 




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®