O belo jovem aproxima-se da linda moça e tira-lhe para uma dança.
 
Estive olhando você durante toda à noite.
Por favor, Senhor...
Você é a mais bela da festa.
Eu não lhe conheço, Senhor...
Chamo-me Pedro... Às suas ordens!
Senhor...
Como se chama?
Madalena...
 
Oh!!! Madalena... Bela morena...
Que lindos olhos você tem.
Iguais aos seus, não vi ninguém.
Que pele morena... Que boca pequena...
Mas é tão tímida por quê?
Acaso não me aprecia?
Desde que a vi... Eu senti... Algo novo dentro de mim.
Não sei explicar... Só quero rodopiar...
Levar você... Pelo salão.
Tenho medo de lhe perder... No meio da multidão.
Fecho meus olhos...
E meu coração... Bate no peito... Bate a doer.
Você não sente? Eu vou morrer!!!
Oh!!! Madalena... Linda morena...
Tenho que ir... Chegou a hora...
Mas lhe procuro... E não demora.
Chamo-me Pedro... O Imperador...
Até breve... Meu grande amor.
 
E Madalena suspira, sozinha no meio do salão...
 
 
24/02/2003

Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que envia rapidinho !!!
 




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®