Como podes ser assim?
De nada dizeres tudo...
De tudo compreenderes...
Sem deixar que compreendam.
 
Só nós dois é que sabemos...
Sabemos sem jamais falar...
Falas... Mas sem dizer...
Digo... Mas a calar.
 
Eu que me achava um ás...
Em conversação e expressão...
Contigo... Nenhuma palavra...
Somente sutil olhar.
 
Mas sei que me compreendes...
Como entendo o que me dizes.
Dizes sem dizer nada...
Entendo... Ouvindo tudo.
 
Se soubesses como fico...
Achando-te tão sedutor.
Cada palavra falada...
Cada palavra brincada...
Aumenta mais meu amor.
 
Falas parodiando...
Falas remediando...
Falas insinuando...
Falas... Conquistando-me.
 
 
06.11.2002



 

Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que envia rapidinho !!!
 




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®