Espelho

Reflexo

De mim

Assim

Como sou

Como estou.

Olho-me

Desconheço-me

Sou eu?

Não me vejo

Saudade

Da mocidade

Onde gastei meu tempo?

De quem são essas marcas?

Essa tristeza na face

Esse sorriso falso?

Oh espelho meu!

Mostre-me a juventude

Não do corpo

Mas da alma

Que desencarna

A cada dia.

Mostre-me a alegria

Que se desvia

De meu caminho.

Oh espelho meu!

Mostre-me uma luz

Tire-me essa cruz

Encha minha íris

De matizes

Dê-me uma aquarela

Para que eu possa pintar

A Cinderela

Que nunca consegui visualizar.


 

05/09/05

Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que chega rapidinho !!!




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®