Passe o mouse na imagem





 

Doce paixão...
Que me alucina...
Da apatia...
Passo a agonia.
 
O pensamento voa...
Feito pássaro.
Já não controlo...
Nem meus passos.
 
A mente vagueia...
Não volta...
Alheia...
A tudo... E a todos.
 
Doce paixão...
Que me alucina...
Eleva a alma...
Tira-me a calma.
Devora o peito...
No leito...
Onde estivemos.
 
Doce paixão que me alucina...
A mente não mais determina...
O  que está certo... Ou errado.
 
Quero ficar assim:
Coração acelerado...
Cantando e chorando...
Por essa louca paixão...
Que me alucina.
 
12/02/2003


Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que envia rapidinho !!!
 




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®