Encontra-se minh'alma,
igual ao meu computador:
Travado... lento...
de tudo eu tento.

 

Deleto, salvo, insiro.
Clico e nada resolvo.
Meus nervos se alvoroçam,
inclino-me a desligá-los:
O computador e a alma.

 

Contraditoriamente...
Desejo continuar...
Clicar... Navegar...

 

Quero minh'alma de volta.
Parece, me abandonar.
Travou em meu peito...
Nem responde meus deletos.

 

Quero vida novamente,
como era antigamente.

 

Hoje...
Sou um andarilho,
Sem rumo...
Só solidão e delírio.
Já sou a própria encarnação.

 

Quero viver novamente,
Quero vida diferente,
Quero recuperar a razão,
As batidas do coração!!!

 

Talvez...
Troque o fax modem.
Resolvendo meu problema.
O do computador com certeza.
Mas...
E minh'alma???
O que faço???
Deleto e entrego ao acaso?
Ou salvo e volto a viver?

  

14.10.2002.