Na tenda
Leve e colorida
Pelo vento remexida
Preparei o cenário.
Espalhei lenços de seda
Badulaques centenários
Herança de minha bisavó.
Acendi no incensório
Fragrâncias de mirra
E óleo.
O chão cobri de tapetes
Em cada dedo um anel
De ouro e pedras preciosas.
Colares os mais coloridos
Brincos vistosos, compridos.
A mesa redonda ao centro
Minha bola de cristal
Cartas de tarô
Lindo vaso com flor.
Estava pronta
Esperando
Falei para a secretária:
O próximo!
Mudando a fisionomia
O homem que eu recebia
Mandei que a frente sentasse.
Com um poderoso sotaque
Disse-lhe:
És um homem mui fuerte
Vejo sua suerte...
Serás meu...
Até a muerte.