Ausente de mim
Aguardando tua volta
Vago entre versos
Passeio em Poesias
Sem titulo.
Enleio-me
Com a alma acesa
A mente e o corpo
Esperando o dia seguinte.
Mas...
Em que lábios
Delinearei a pena
Lentamente?
Lanço um grito
No meu lugar
É...
Já não sofro mais
Sou dissidente
De mim mesma
E tu
Que fitas
És enigma de minha alma
És estigma de meu corpo
Ausente de emoção
Ação apenas
E vês...
Na cor do som
A relação
Em duna de areia branca
Fico insone
Na noite que tranca
Quando somes
Pois és viciante
E te afastas
Com um passo
Apenas






Clique na Figura e
Envie sua Mensagem


O envio que envia rapidinho !!!




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número



Direitos Autorais Registrados ®