Costurei teus versos com os meus
Meu coração alinhavei sobre o teu.

Pespontei tua alma a minha
De forma a não viver sozinha.

Bordei em teu corpo meus beijos
Em pontos tramados de desejos.

Atei os botões de teu pensamento
Nas casas de nossos momentos.

Chuleei firmemente
Nossos côncavos
E convexos.

E no nó final
Dei um laço fatal.

Estou certa

De que as peças que cosi
Tramei com linhas da paixão.


Delas...
Jamais quererás sair
Tamanha é nossa emoção.

 


 

Março/2006

Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que chega rapidinho !!!
 




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®