Vou reinventar a vida!

Fazer consertos,

aplicar remendos.

Prenhe estou de disfarces

e esgueira-me pelo corpo

a plangência do tempo,

restos de batalhas

que se reiniciam sempre.

 

A incoerência dos retalhos

fragmentam-se pelos dias.

Recolho os estilhaços.

Sou enigma no existir!

Fabrico fantasias

e metáforas.

 

 

 

 

 

 

Genaura é mulher guerreira

Descreve-la? É tão fácil!

É linda... Por dentro e por fora.

Carinhosa... Como ninguém.

Tem um humor

Tão maravilhoso!

Passa falando gostoso

Chamando todos menino-poeta

Menina-poeta

Ah! Genaura

Você é um anjo

A voar por nossas vidas

Trazendo-nos alegria

Com sua simpatia

E sinceridade total.

Genaura...

Genaura é poetisa

Mais que isso:

É profetisa.

Genaura é Amiga

E AMADA.

Genaurinha...

Minha admiração

Total e incondicional

Do fundo do coração.

 
 

Marilene Mees Pretti

08/08/05

 
 

Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®