Sol da minha vida tu és com certeza
A aquecer meu corpo e deixar bronzeado
Corpo que estremece diante da pureza
Tamanha ternura me tens devotado.

Diante do pecado jamais cometido
Por ter a distância só nos separado
Fica então a ânsia do prazer perdido
Triste o coração sempre algemado.

Fico te pensando em êxtase alvoroçado
Coração explode como bomba atômica
Queima como fogo todo alastrado.

Alma se debate negra como a lama
Devorada por volúpia cômica
Nua insinuando-se para quem ama.


Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que envia rapidinho !!!





 

Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número



Direitos autorais registrados®