Subo uma escada

Alta e iluminada

Por um sol forte

Que queima

Sul e norte.

De pedra bruta

Talvez mal talhada

Mas florida

Por flores coloridas

E nessa paragem

Vejo folhagens

Verdes como teus olhos.

Esta escada

Não tem descida.

Sei que na subida

Vejo-me sucumbida

A não parar

Continuar

Olhar de cima

Para o abismo

Que de altruísmo

Enche-me a alma

E tenho vontade

De trazer você

Para essa viagem.

 

 


02/07/05

Clique na figura
envie sua mensagem


O envio que envia rapidinho !!!
 




Desde 05.02.2005,
a sua é a visita número


Direitos autorais registrados®